skip to Main Content

Rotatividade de Funcionários em clínicas e consultórios médicos – 3 dicas para uma gestão pessoal eficaz!

Saber lidar com a rotatividade de funcionários é o que garantirá que você tenha uma administração muito mais precisa e menos custosa na sua empresa!

A rotatividade de funcionários é um dos maiores problemas de negócios em geral, e em clínicas médicas, não poderia ser diferente.

Com a popularização das clínicas médicas e o sistema público de saúde sucateado, surgem cada vez mais oportunidades para médicos e enfermeiras, que hoje possuem opções de sobra para trabalhar e até mesmo cuidar dos seus próprios negócios.

Não quer perder os seus talentos e garantir que eles se mantenham fiéis ao seu negócio? Sem problemas! Com o post de hoje, você saberá tudo o que precisa fazer para garantir que seus colaboradores não te abandonem.

Continue a leitura e veja por si mesmo!

Rotatividade de Funcionários – o que causa esse enorme problema?

Entender o que causa a rotatividade de funcionários é o primeiro passo para encontrar uma solução realmente efetiva para esse desafio que acomete empresas de todos os portes e segmentos no Brasil.

Existem vários motivos que influenciam a rotatividade a acontecer com maior ou menor frequência, e você os conhecerá abaixo:

  • Fatores desmotivacionais: a principal causa da rotatividade de funcionários é o excesso ou a perpetuação de fatores desmotivacionais em determinada empresa. Os fatores desmotivacionais são questões que deixam os colaboradores descontentes, e podem acontecer por vários motivos, incluindo o ambiente em si (tanto no que diz respeito à estrutura quanto no clima organizacional), pessoas tóxicas e muito mais.
  • Salários da clínica não compatíveis com o mercado: empresas com propostas salariais e de trabalho melhores que as que você oferece podem ser uma das principais razões pelas quais os seus colaboradores deixam a sua empresa. É preciso se manter atualizado com as tendências salariais e ter a certeza de que seus colaboradores são valorizados.
  • Falta de um plano de carreira: não ter um plano de carreira significa não saber o porquê de você estar realizando determinado trabalho. Em outras palavras, não ter certeza sobre as possibilidades de crescimento traz uma sensação de limitação, e acaba por prejudicar a estabilidade dos colaboradores.
  • Má gestão: uma gestão ruim colabora para a rotatividade de funcionários e pode arruinar a sua empresa a um ponto onde a rotatividade causa ainda mais rotatividade, como uma verdadeira bola de neve.

Como resolver essas situações?

Não basta simplesmente saber o que causa a rotatividade de funcionários na sua clínica médica. É preciso entender as formas de reduzi-la o mais rápido possível e com o máximo de efetividade.

Por isso, entreviste seus colaboradores, saiba o porquê de eles trabalharem com você e compreenda quais são suas forças e fraquezas em relação à concorrência. Assim, você pode investir em diferenciais para tornar sua clínica mais competitiva e fidelizar seus funcionários.

Além disso, especialize-se na gestão de pessoas e sempre busque aprimorar suas técnicas de administração, para manter seu negócio sempre renovado.

Back To Top
Open chat